Publicado em 07/11/2018

"Como me tornei uma empresária"

Adriana Barbosa trabalhou em gravadoras e organizações sociais antes de se formar em gestão de eventos pela Universidade Anhembi Morumbi e fazer especialização em gestão de projetos culturais pelo Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação da ECA (Escola de Comunicação e Artes) da Universidade de São Paulo. Nesse meio tempo, começou a participar de feiras e mercados alternativos de rua, até que fundou a Feira Preta, em 2002. Em 2017, Adriana recebeu o prêmio internacional concedido pelo Mipad (sigla em inglês para os mais influentes afrodescendentes no mundo). Ela foi incluída na lista das 51 pessoas negras com menos de 40 anos mais influentes no mundo, junto com os brasileiros e atores Lázaro Ramos e Taís Araújo. Em entrevista ao jornal Nexo, a empresária conta sobre sua trajetória e dá dicas para quem quer seguir seus passos e empreender. Confira: https://www.nexojornal.com.br/profissoes/2018/11/05/Como-me-tornei-empresária.-E-a-vida-entre-eventos-e-reuniões      

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER E RECEBA SEMANALMENTE NOVIDADES E INSIGHTS INOVADORES