Gestão de riscos 102-9 | 102-11 | 102-30

Por meio dos Comitês de Auditoria das empresas investidas, a Votorantim avalia se os riscos residuais dos negócios têm impacto significativo no apetite a risco definido pela holding e também influencia todo o processo de gestão de riscos das investidas, que vem evoluindo nos últimos anos: de discussões conceituais de riscos inerentes para o entendimento de aspectos de riscos de negócios e seus impactos no valor de cada empresa.

As investidas têm a responsabilidade de identificar, quantificar e tratar os riscos estratégicos, ambientais, sociais, regulatórios e financeiros. Sua classificação em termos de probabilidade e impacto segue os mesmos parâmetros definidos no apetite a riscos da holding, que avalia esses impactos no contexto do portfólio.

O método de avaliação do apetite consiste em duas análises: (i) qualitativa, na qual são definidas as diversas esferas de riscos; e (ii) quantitativa, baseada no cálculo do risco máximo que a Votorantim está disposta a assumir no âmbito de sua capacidade global. A partir dessa análise, são estabelecidos os percentuais de tolerância a riscos que, se atingidos, acionam os Comitês e Conselhos de Administração das empresas.